Início

Rede Brasileira de Biologia Sintética

QUEM SOMOS

A Rede é mantida e vinculada à Associação Brasileira de Biologia Sintética (SynBioBR) tendo início em outubro de 2023. Atualmente, contamos com a participação de 14 grupos de pesquisa, espalhados pelos estados de São Paulo, Paraná e Distrito Federal, com participantes de Universidades públicas estaduais e federais, e também da iniciativa privada.

“Buscamos conectar os atores da Biologia Sintética no Brasil, com vistas a fortalecer e expandir a pesquisa e desenvolvimento na área, e se tornar referência em Biologia Sintética nos cenários nacional e internacional."

I Fórum Brasileiro de Biologia Sintética (Outubro, 2023)

CONTEXTO

Diferentes grupos espalhados pelo país atuam em Biologia Sintética, Engenharia Metabólica e Biologia Sistêmica, mas não se conhecem nem reconhecem a existência do outro. Também existem aqueles que atuam em áreas próximas, como Genética, Bioinformática, Bioquímica, entre outras, e têm interesse na Biologia Sintética mas não encontram grupos próximos para se conectarem.

Ao contrário do que já ocorreu nos EUA e ocorre hoje na Europa e China, o Brasil ainda não passou por uma expansão acelerada da Biologia Sintética, nem no ambiente acadêmico nem no industrial. Apesar disso, houve um grande aumento de grupos atuando na área nos últimos anos em todas as regiões do Brasil. Mas devido às dimensões continentais do nosso país, esses grupos não se conhecem e têm dificuldade em se conectar e se organizar.

Além disso, as redes são bastante estimuladas pelas agências de fomento. Desde 2022, o programa de financiamento Universal do CNPq aceita apenas candidaturas em rede, valorizando redes grandes com membros de diferentes regiões do país. O CNPq aporta um volume grande de recursos nos INCTs, que são essencialmente grandes redes de pesquisa. As FAPs também valorizam as redes, como exemplo, a FAPESP aporta um volume grande de recursos nas linhas de Projetos Temáticos e CEPIDs.

Neste contexto, a Rede Brasileira de Biologia Sintética pretende potencializar a troca de experiências, o estabelecimento de colaborações, a elaboração de grandes projetos, a busca por financiamento e a divulgação do trabalho dos grupos atuantes na área. Essa atuação incluirá eventos periódicos da Rede e também a inserção da Rede em eventos nacionais e internacionais já bem estabelecidos organizados por Sociedades de áreas correlatas.

METAS

- Identificar e conectar laboratórios, empresas, grupos de pesquisa, pesquisadores e estudantes atuando em Biologia Sintética no Brasil;
- Criar oportunidades de colaboração entre os membros;
- Fortalecer a pesquisa e desenvolvimento em Biologia Sintética no Brasil;
- Divulgar a atuação dos membros da Rede;
- Disseminar o conhecimento em Biologia Sintética no Brasil;
- Atrair investimento público e privado para a Biologia Sintética no Brasil;
- Permear ambientes de interesse da Biologia Sintética de forma a estabelecer conexões da Rede com outras áreas;
- Participar da elaboração de políticas públicas e regulamentações relacionadas à Biologia Sintética.

ORGANIZAÇÃO

A Rede aceita continuamente a entrada de novos membros a partir do preenchimento de uma solicitação de adesão. As atividades da Rede são planejadas e desenvolvidas em grupos de trabalho liderados pelos membros da Rede. Todos os membros da Rede podem apresentar contribuições aos grupos de trabalho, assim como propor a formação de novos grupos. Os assuntos abordados pelos atuais grupos de trabalhos são:

- Eventos: Organização dos encontros semestrais da Rede, e busca por oportunidades em eventos externos.
- Educação: Criação e curadoria de materiais educacionais para disseminar a Biologia Sintética.
- Expansão da Rede: Promoção da Rede para mais pesquisadores na área, e busca por parcerias.
- Publicações: Divulgação da Rede em artigos em revistas científas e outros meios comunicação.
- Políticas Públicas:
- Repositório:

Tem interesse em se unir a Rede? Entre em contato com a SynBioBR via [email protected]